Pantone SS15

O que em 1962 começou por ser uma pequena marca de cartões de cores, hoje é quem determina as tendências de cores para o mundo!

A Pantone tornou-se na maior referência a nível mundial de cores. Começou em 1962 como fábrica de cartões coloridos para a indústria cosmética, em 1963 passou a criar os guias pantone, utilizados em toda a indústria gráfica, e hoje é quem determina a cor do ano, quem cria tons novos com nomes divertidos, quem dá cor à moda, à decoração, e a tudo o que precisa de cor.

Depois de reveladas as cores para a primavera verão, em plena semana da moda, ficam as imagens das cores usadas pelos diferentes estilistas e marcas.IMG_2595.JPG

IMG_2588.JPG

IMG_2590.JPG

IMG_2591.JPG

IMG_2592.JPG

IMG_2593.JPG

IMG_2594.JPG

IMG_2612.JPG

IMG_2614.JPG

IMG_2615.JPG

IMG_2613.JPG

IMG_2618.JPG

IMG_2619.JPG

IMG_2617.JPG

IMG_2616.JPG

IMG_2620.JPG

Fashion Night Out – Lisboa

O Fashion Night Out já se tornou um clássico e dispensa a apresentações. Todos os anos em Setembro o evento realiza-se por todo o mundo, embora em dias diferentes.

Em Lisboa é hoje, 11 de Setembro, e nem a chuva nos vai impedir de desfilar pelas ruas mais glamourosas de Lisboa, de champagne na mão e sorriso na cara!

A data, é possível que não tenha sido a melhor, 11 de Setembro é um dia que abala o mundo pelo terrorismo. Ou talvez não, e esta seja mais uma forma de aos poucos ir tornando este dia negro num dia cada vez mais Pink! Afinal é preciso continuar a mostrar ao mundo que o terrorismo está completamente fora de moda, que todos queremos viver num mundo verdadeiramente fashion, o que significa viver glamourosamente em paz!

HM Home!

Faz tempo que me pergunto, quando é que vou deixar de pedir peças decorativas aos amigos emigras?!?Finalmente tenho a resposta… é hoje!

Hoje abre a loja da HM do Chiado com a coleção HM Home. Já tinham testado as velas mas agora vem tudo. Capas de almofadas giras que se fartam e muito acessíveis, tealights, canecas, suporte de bolos, roupa de cama, etc, etc, etc… um mundo decorativo muito engraçado com preços óptimos!

Os primeiros a chegar vão ter descontos especiais, mas nem é isso que me importa, o que me deixa mesmo feliz é começar a ter um mundo decorativo universal, com preços acessíveis às carteiras portuguesas, de muito bom gosto com que posso equilibrar orçamentos nos projectos que faço!

IMG_2543.JPG

IMG_2545-0.JPG

IMG_2544-0.JPG

IMG_2547-0.JPG

SS 2015 by Victoria Beckham

Ainda o verão não terminou e já estamos a ver tudo o que se vai usar em 2015. Sempre foi e sempre será assim, a vantagem é que agora a tecnologia permite-nos ver os desfiles em tempo real, na praia enquanto nos continuamos a bronzear. Outra vantagem é que nos permite ser pioneiras e começar a usar desde já os tons do próximo ano!

Esta foi a primeira colecção em que os modelos dos conhecidos designers de sapatos para as coleções VB não apareceram. Este ano os sapatos foram desenhados pela própria VB, e embora a maioria não seja do meu agrado, é mais um passo para a independência da designer.

Há alguns modelos que facilmente se encaixavam no closet cá de casa, mas confesso que não é das minhas colecções preferidas.

IMG_0249.JPG

IMG_0248.JPG

IMG_0247.JPG

IMG_0246.JPG

IMG_0245.JPG

IMG_0244.JPG

IMG_0243.JPG

IMG_0242.JPG

IMG_0241.JPG

IMG_0241-0.JPG

IMG_0240.JPG

IMG_0239.JPG

IMG_0238.JPG

IMG_0237.JPG

IMG_0235.JPG

IMG_0234.JPG

IMG_0233.JPG

IMG_0231.JPG

IMG_0230.JPG

IMG_0229.JPG

IMG_0228.JPG

IMG_0227.JPG

IMG_0226.JPG

IMG_0225.JPG

IMG_0224.JPG

IMG_0223.JPG

IMG_0222.JPG

IMG_0221.JPG

IMG_0220.JPG

IMG_0219.JPG

Vida de solteiro… a felicidade que muitos desconhecem!

Numa tive medo da solidão nem de ficar sozinha. No entanto tive sempre relações longas (4, 10 e 2 anos), como não sou adepta do rei morto rei posto, fiz intervalos de um ano, ano e meio entre elas, que me provaram que sozinha sou muito Feliz. Acredito que é necessário fazer o luto, aproveitar para fazer tudo o que queríamos, e não dava jeito que o namorado não gostava, e que facilmente aprendemos a ser felizes sozinhos. Quando me tentam arranjar namorados, percebo como estou tão melhor sozinha e digo que agora não me dá jeito que a minha prioridade é o trabalho e um namorado só vinha atrapalhar. Quando me perguntam o que faria se aparecesse o homem da minha vida? Digo a verdade, que não o mandaria aparecer daqui a 6 meses, embora me desse muito jeito, e que faria o que sempre fiz. Atirava-me de cabeça, sem jogos, sem medo de sofrer, e de peito aberto. Mesmo sabendo que me posso magoar, sou uma romântica e acredito que só vale a pena entrar numa relação se for de coração aberto e pronta para amar. Caso contrário estou muito feliz sozinha!

Por muito que a sociedade me veja como uma solteirona ou encalhada, que me ache egoísta por não querer ter filhos, estou-me literalmente nas tintas! Não por ser egoísta, mas por ser feliz, muito feliz mesmo, e muito mais feliz que a maioria dos casais que conheço. Não me sinto minimamente sozinha, pelo contrário, estou muito bem acompanhada comigo própria. Pior… chego ao ponto de inventar desculpas para não sair e ficar sozinha comigo!
Por vezes tento explicar aos que estão mal acompanhado, e aos que sofrem por estar sozinhos, que a vida de solteiro é simplesmente maravilhosa. Mas parece que ninguém percebe.

Ontem descobri um post num blog brasileiro, que descreve tudo, percebi mais uma vez que não sou a única, que somos poucos a pensar assim mas que somos realmente felizes, e sabemos exactamente porque somos felizes solteiros. Percebi que os outros não percebem o que sinto porque não acreditam que isso seja possível. Mas é, e é fabuloso! A prova disso é estar aqui mais um a defender do mesmo… a ver se é desta que acreditam!

“E a namorada?” Alguém vai me perguntar. Aí vou sorrir e responder: “Estou solteiro!”. E logo depois vem aquela cara de: “nossa, coitadinho”, quando ao meu ver era a hora certa da pessoa me abraçar e pularmos gritando: “Parabéns Campeão!” Sabe, realmente não entendo essas pessoas que colocam o fato de encontrar uma pessoa como sendo um dos objetivos primordiais da vida. Como se a ordem natural fosse: nascer, crescer, conhecer alguém e morrer. A meu ver, não é assim. As pessoas se dizem solteiras como quem diz que está com uma doença grave, alguém que precise de ajuda. Não é nada disso. Existe sim vida na “solteridão”! E das boas. E isso não quer dizer farra, putaria, poligamia ou promiscuidade. Aliás, quer dizer sim, mas só quando você tiver afim. No mais quer dizer liberdade, paz de espírito, intensidade. E olha que escrevo isso com algum conhecimento de causa, já que tenho vários anos de namoro no currículo. De verdade, do fundo do coração, eu estou muito bem solteiro. Acho até que melhor que antes. Gosto de acordar pela manhã sem saber como vai terminar meu dia. Gosto da sensação do inesperado, da falta de rotina e de não ter que dar satisfação. Gosto de poder dizer sim quando meu amigo me liga na quinta-feira perguntando se quero viajar com ele na manhã seguinte. De chegar em casa com o Sol nascendo. De não chegar em casa as vezes. De conhecer gente nova todos os dias. De não ter que fazer nada por obrigação. De viver sem angústia, sem ciúme, sem desconfiança. De viver. Acredito que todo mundo precisa passar por essa fase na vida. Intensamente inclusive. Sabe, entendo que talvez essa não seja sua praia. Ou talvez você nunca vá saber se é. Eu mesmo não sabia que era a minha, e veja só você, hoje sou surfista profissional. O que percebo são pessoas abraçando seus relacionamentos como quem segura uma bóia em um naufrágio. Como se aquela fosse sua última chance de sobrevivência. Eu não quero uma vida assim. Nessa hora talvez você queira me perguntar: “Mas e aí? Vai ficar solteirão para sempre? Vai ser assim até quando?” E eu vou te responder com a maior naturalidade do mundo: “Vai ser assim até quando eu quiser”. Quando encontrar alguém que seja maior que tudo isso, ou talvez alguém que consiga me acompanhar. E não venha me dizer que aquele relacionamento meia boca seu é algo assim. O que eu espero é bem diferente. Quando se gosta da vida que leva, você não muda por qualquer coisa. Então para mim só faz sentido estar com alguém que me faça ainda mais feliz do que já sou, e como sei que isso é bem difícil, tenho certeza que o que chegar será bem especial. E se não vier também está tudo bem sabe? Eu realmente não acho que isso seja um objetivo de vida. Não farei como muitos que se deixam levar pela pressão dessa sociedade. Tanta gente namorando pra dizer que namora, casando pra não se sentir encalhado, abdicando da felicidade por um status social. Aí depois vem a traição, vem o divórcio, a frustração e todo o resto tão comum por aí. Não, não. Me deixa quietinho aqui com minha vida espetacular. Pra ser totalmente sincero com você, a real é que não é sua situação conjugal que te faz feliz ou triste. Conheço casais extremamente felizes e outros que estão há anos fingindo que dão certo. Conheço gente solteira que tem a vida que pedi para Deus e outros desesperados baixando aplicativos de paquera e acreditando que a(o) ex era o grande amor e que perdeu sua grande chance. Quanta bobagem. A verdade é que só você mesmo pode preencher o seu vazio, e colocar essa missão nas mãos de outra pessoa e pedir pra ser infeliz. Conheco sim vários casais incríveis, assim como tantos outros que não enxergam que estão se matando pouco a pouco. Só peço que não deixem que o medo da solidão faça com que a tristeza pareça algo suportável. Viver sozinho no início pode parecer desesperador, mas de tanto nadar contra a maré, um dia você aprende a surfar. E te digo que quando esse dia chegar, você nunca mais vai se contentar em ficar na areia. Desse dia em diante só vai servir ter alguém ao seu lado se este estiver disposto a entrar na água com você.”
ByIMG_2482.JPG

Jumsoft Money

Esta é a minha última semana de ferias, que na realidade é a primeira que nas anteriores trabalhei quase todas as noites e alguns dias. É altura de começar a pensar no regresso ao trabalho, nos novos desafios, e em como nos organizarmos. Como estou decidida a ser uma empresária de sucesso vou, pela primeira vez na vida, ter noção do dinheiro que recebo, do dinheiro que gasto, e onde gasto. Claro que vou manter a contabilista que não quero tratar de burocracias, trabalho já me chega o meu!

Andei por aí a procurar uma app que fizesse tudo o que preciso… e não encontrei! Em todas elas falta um pequeno pormenor, que para mim faz toda a diferença, e muita falta. Como não me apetece andar a abrir o computador cada vez que gasto ou recebo dinheiro, e criar um ficheiro de excel à minha medida, rendi-me às evidências. Arranjei forma de contornar a pequena falha e optei pela app que me pareceu mais completa.

Jumsoft Money foi a eleita, depois de um amigo me mostrar, percebi que era quase perfeita. Faz 4 dias que a instalei, para perceber o básico do funcionamento, e coloquei todos os meus gastos. Percebi que onde gastava mais dinheiro era em pagamentos a fornecedores, o que me parece normal, e em restaurantes, o que me parece uma anormalidade, uma vez que estou em dieta à seria há 3 meses. Pior, ando a gastar dinheiro em consultas e comprimidos para emagrecer e a gastar o dobro em comida que é tudo menos saudável! (Ainda assim já perdi 10k :p)

Dia 1 começo a usar a app a 100% para não falhar nada! Além de gráficos, categorias, e tudo o que é suposto, tem uma parte para estipular o budget máximo que pretendemos gastar em cada categoria. Ora para quem é um desorganizado mental, como eu, dá muito jeito. Assim que estamos a atingir o deadline do budget que definimos o gráfico aparece a encarnado! Depois desta descoberta, é óbvio que o meu budget para restauração de lazer vai passar a ser de 50€ mensais, o de restauração de sobrevivência tem de ficar no máximo até eu ganhar gosto pela cozinha, o que significa: para sempre!

Diz que o truque para se ser milionário, não está na quantidade de dinheiro que ganhamos inicialmente (o que a meu ver também ajuda), mas na forma como gerimos, cuidamos e a atenção que dispensamos ao nosso dinheiro.
A ver se consigo gerir tudo muito bem, para em 2015 tirar 1 mês de ferias, sem ter de trabalhar um único dia, porque já sou milionária e nesse mês de ferias tenho o meu dinheiro a trabalha para mim!
IMG_0149.JPG

IMG_0152.JPG

IMG_0153.JPG

O Dinheiro ou o Gelo!

Longe vão os tempos em que o lema era o dinheiro ou a vida, agora que a vida de muitas pessoas é posta em causa o desafio é o dinheiro ou o gelo!

O objectivo é angariar dinheiro para a Associação Brasileira de Esclerose Lateral Amiotrófica. Depois de se ser convocado por alguém, o desafio é doar dinheiro à associação ou, desafiar 3 pessoas e levar com um balde de água com gelo. A angariação tem tido imenso sucesso porque a maioria dos famosos que entraram no desafio, não só doáram dinheiro como levaram com o balde de água gelada em cima. Os vídeos têm sido colocados nas redes sociais e a campanha tornou-se viral. Desde o Bill Gates a lady Gaga, muitos têm partilhado a sua experiência. Depois de ter sido desafiada por Eva Longoria, ontem foi a vez da Victoria Beckham. Os homens da família, que também participaram no desafio, encarregaram-se de despejar a água, depois da menina ter desafiado, Tom Ford, Katie Holmes, e o filho Cruz.

Tenho por hábito dizer que ajudar não custa… mas desta vez é capaz de custar um bocadito!!!

 

IMG_0139.JPG