10 Anos Pigalle by Louboutin

Faz dez anos que Christian louboutin lançou o modelo Pigalle na sua colecção. Inspirados numa das zonas preferidas do designer, continuam a ser o modelo mais procurado e reinventado. Existem em todas as cores, todos os tipos de pele, com laços, com bicos, com cristais, grafitados… e sejam de que acabamento forem são sempre fabulosos!!!

IMG_0614.JPG

IMG_0617.JPG

IMG_0609.JPG

IMG_0619.JPG

IMG_0616.JPG

IMG_0622.JPG

IMG_0615.JPG

IMG_0620.JPG

IMG_0621.JPG

IMG_0624.JPG

IMG_0618.JPG

IMG_0612.JPG

IMG_0610.JPG

IMG_0611.JPG

Duquesa de Alba – A dançar pela vida do início ao fim!

Ontem foi um dia rosa pálido para o mundo e em especial para Espanha.
Perdemos uma grande mulher, um exemplo de vida, uma mulher muito Pink que sem perder o seu lado conservador e a sua educação, deixou o protocolo de lado e se atreveu a passar pela vida a dançar com muita alegria, e a vivê-la como esta importa, feliz!

Apaixonada pela vida, María del Rosario Cayetana Paloma Alfonsa Victoria Eugenia Fernanda Teresa Francisca de Paula Lourdes Antonia Josefa Fausta Rita Castor Dorotea Santa Esperanza Fitz-James Stuart y de Silva Falcó y Gurtubay, possuía 49 títulos monárquico. Segundo o Livro do Guinness, era “cinco vezes duquesa, dezoito vezes marquesa, vinte condessa, viscondessa, condessa-duquesa e condestável, além de ser catorze vezes Grande de Espanha.” Uffffffffff… educada pelo pai como se fosse um rapaz, pegou em todos os seus títulos e fez o que poucos têm coragem de fazer, viveu a sua vida até ao ultimo dia como quis. Morreu em casa, a assistir clássicos do cinema com o marido, dois dias depois de decidir sair do hospital. Em vida mandou gravar na sua lápide ” Aqui jaz Cayetana, que viveu como sentiu.” o que releva não só a forma como sempre viveu mas também o quanto se conhecia!

O seu gosto pela moda fez correr muita tinta, mas no seu livro diz apenas que “A personalidade é a maior característica do estilo. Nasci numa casa onde tinha tudo para ser elegante, mas a mim não me interessava.”

IMG_0567.JPG
“Estou convencida de que sem amor não se pode viver. Pode-se, mas muito mal”

Palacete Chafariz D’el Rei!

É possível que a próxima vez que acordar esfomeada não consiga reserva no palacete e me arrependa de ter feito este post, mas a verdade é que tenho de partilhar este espaço Pink com o mundo!

Ultimamente quando acordo esfomeada o primeiro pensamento que me vem à cabeça é “brunch no Palacete D’el Rei”. Descobri o espaço há uns meses e desde então fiquei fã. O brunch é óptimo, a vista fantástica e o palacete está muito bem redecorado. O preço é ainda melhor!
Das 3 salas interiores a que mais gosto é a primeira do lado esquerdo, a sala dos espelhos, num verde acolhedor iluminado por uns lustres de fazer inveja a Versailles. Mas apesar de gostar muito do espaço e o achar perfeito para os dias de inverno, o que me leva até lá é mesmo o brunch… porque ainda não experimentei o lanche! A ementa é fixa mas tem partes opcionais. Opto sempre pelo iogurte com frutas, mel e amêndoas, que era o suficiente para ficar bem, e os ovos com farinheira e salmão, porque quero virar lontra. O resto é fixo, Croissants, vários tipos que pão, queijos, doces e fiambre. Até hoje nunca conseguimos sair de lá com os pratos vazios, (o que eles consideram um brunch para 2 cá em casa chegava para 3 ou 4!) mas saí sempre satisfeita e com vontade de voltar.

Tenho de arranjar tempo para ir lanchar que ando com desenho de scones há mais de um mês!

IMG_0519.JPG

IMG_0517.JPG

IMG_4188.JPG

IMG_4189.JPG

IMG_4185.JPG

IMG_4186.JPG

IMG_0520.JPG

IMG_0518.JPG

Pop Up Store – Galeria Lisboa

Ontem foi a inauguração da Pop Up Store na Galeria Lisboa e descobri produtos muito bons!

O convite foi feito pela ALMA que tem peças muito giras com preços fantásticos para presentes de Natal. Malas, brincos, colares e as minhas pulseiras de verão que não encontrava em lado nenhum estavam lá! Mas para além da ALMA estão outras marcas como a Patê+, que tem uns patês deliciosos com uns 8 sabores diferentes, dois com proteína animal os restantes com vegetal. Eu que sou tudo menos vegetariana adorei todos, e como acho que no Natal se devem oferecer presentes úteis em vez de meias e objectos decorativos que não servem para nada, já fiquei com o contacto para encomendar uns quantos para os tios, e outros tantos cá para casa. Para quem não conhece, é uma óptima oportunidade para ver ao vivo as botas D’Ornellas, que são possivelmente as botas mais confortáveis do mundo. Só pecam por não terem modelo de salto alto… mas rezo diariamente para fazerem nos próximos tempos com salto de 10cm!

A Galeria vai estar aberta durante os próximos tempos, mas vão prevenidos que, apesar de haver um próximo, não há multibanco na Galeria.IMG_4092-1.JPG

IMG_4091-1.JPG

IMG_4095.JPG

IMG_4098.JPG

IMG_4100.JPG

IMG_4099.JPG

Decoração de Natal!

É tradição em Portugal decorar e montar a árvore de Natal a dia 8 de Dezembro, mas assim que chega o frio começamos a pensar no assunto, nas decorações, e o que vamos fazer. Damos uma vista de olhos pelas lojas, e só depois vêm as revistas com mil e uma ideias de decoração… mas nessa altura já é tarde que já está tudo montado. A pensar nisso a Full Ideas criou um workshop de como decorar a casa para o Natal.

Desde a entrada à mesa de jantar todos os temas são abordados. Pormenores decorativos, árvores de natal, e dicas para criar ambientes, para a troca de presentes com amigos em lanches e jantares, para a ceia de Natal, e até para o dia a dia em família. E porque não queremos os nossos presentes iguais aos outros todos, há dicas para personalizar presentes. No fundo é um workshop com tudo o que tem a ver com o Natal!

Natal copy

Casa Lisboa – Exposição de Interiores

Ontem foi a inauguração da Casa Lisboa, uma exposição de interiores onde vários designers dão a conhecer o seu trabalho através da simulação de ambientes. Foi sempre uma espécie de sucessora da casa decor mas sem o mesmo impacto.

Ao longo dos anos desapareceu quase tudo o que estava ligado aos interiores, e este é o único evento do género que ficou. A casa decor desapareceu sem deixar rasto, a casa ideal na FIL perdeu todo o seu glamour, desde que deixou de ser organizada pelo Carlos Pissarra, e resta a Casa Lisboa para lembrar aos portugueses que existem novos profissionais no mercado. É verdade que nunca teve uma boa organização, grande projecção e, excepção feita aos dois primeiros anos, nunca primou pela qualidade dos designer. Penso mesmo que a maioria das pessoas, que não são da área, desconhecem o evento, mas infelizmente é o que nos resta de exposições de interiores.

Sendo o único evento do género a expectativa era alta… mas como sabemos quando as expectativas são altas a desilusões são ainda maiores.

Hora e meia depois da hora marcada abrem as porta, o que não foi um bom começo, os ambientes que apareceram nem sei… tenho de voltar para ver melhor, ontem estava muita gente e não quero afirmar já que era tudo um horror. Não os contabilizei, e a lista dos designers parecia estar nos segredos dos Deuses, houve um pormenor aqui outro ali, mas com tantos espaços apenas um despertou a minha atenção. Embora não seja o meu género de decoração, sei reconhecer quando um trabalho está bem feito, e o espaço da Catarina, de quem nunca tinha ouvido falar, sim, estava bom, bem pensado, de muito bom gosto e percebia-se a atenção que dedicou a cada pormenor.

Os quadros nos corredores também tinham a sua graça, mas uma exposição destas, especialmente quando já é a única, pedia muito melhor!
IMG_3913.JPG

IMG_3912.JPG

IMG_3915.JPG

IMG_3916.JPG

IMG_3917.JPG

IMG_3914.JPG

IMG_3918.JPG

Burberry – From london With Love!

Já diz o ditado que filho de peixe sabe nadar e mais uma vez se comprova!

Filho de uma ex pop star, agora excelente designer de moda, e do que eu considero o homem mais giro do mundo e um excelente jogador, Romeo Beckham começa a dar cartas no mundo da moda. Estreou-se como modelo para a Burberrys em 2012, e em 2014 é o protagonista da campanha de Natal que estreou ontem.

No meio de todo um cenário dourado é Romeo que brilha com os seus passos de dança e a sua beleza natural herdada dos pais.