The Revenant

Ontem foi a ante estreia de um dos filmes mais nomeados para os óscars, e pelo qual eu suspirava. De todos os nomeados que vi até agora, The Revenant é sem dúvida “O” filme, e é daqueles filmes que tem mesmo de ser visto no cinema.

O ano passado foi mais que compreensível, mas se desta vez Leonardo DiCaprio não levar o óscar para casa começo a duvidar dos júris da academia. Ainda assim o filme não é só DiCaprio. O relato da lei da sobrevivência, da brutalidade, crueldade e carnificina da época, ou melhor, do próprio ser humano, em cenários naturais filmados com luz natural, é top. O argumento que já todos sabem… atacado pelo urso, que afinal é uma ursa, bla bla bla… permite diálogos quase nulos, excepção feita aos monólogos de Tom Hardy, que tudo viva das expressões das ínfimas personagens e da fotografia.

São 2H e meia de puro deleito, e muitas caretas de horror que este é um filme de Alejandro G. Iñarrito  mas uma poça de sangue na neve imaculada tem bem mais impacto que as milhares que aparecem nos filmes de Tarantino.

281957_pt

 

Advertisements

A Modista

Quem acha que um outfit não muda uma vida claramente não percebe nada de moda… e muito menos da vida!!!
Ao contrário do que parece A Modista é uma história de vida, de atitude que relata muito bem a mentalidade fechada dos meios sociais pequenos, de quem vive a vida dos outros, e não um romance onde a Gata Borralheira encontra o seu príncipe… e que príncipe! Kate Winslet está simplesmente fabulosa como protagonista, com uma atitude tão forte que quase não nos apercebemos do excesso de curvas que indiferentemente sempre assumiu, ainda que as atenções sejam sistematicamente desviadas para Liam Hemsworth e, como já era de se esperar, para o guarda roupa que embora seja exagerado para a envolvente está perfeito e pode ser entregue cá em casa que será muito bem recebido. Hugo Weaving e Judy Davis, dão um pouco de humor ao drama enquanto sustentam o drama de se viver rodeado de mentalidades fechadas que vivem da fachada.

A banda sonora é deliciosa e já estou em acção para que faça parte da minha playlist no spotify.
542716Não vai ser nomeado para o melhor filme nos Óscares, quanto muito para melhor guarda roupa, confesso que ainda não vi, mas vale muito a pena ver.

Netflix 

Faz um ano que ouvi falar de uma app onde se podiam ver séries e todos os filmes do momento. Amante de cinema e sem jeito nenhum para “sacar filmes” ansiei pela sua chegada como uma criança anseia por um chupa gigante, hoje foi o dia em que a minha espera terminou!

Netflix é a app do momento, estreou hoje em Portugal e já estou registada. Está para as séries e para os filmes como o Spotify está para a música. É tudo legal, vem tudo legendado na língua que escolhemos e tem 3 planos de pagamento. Não sou fã de séries, e confesso que não só não tenho tempo como não tenho paciência para vê-las, mas filmes é outra história. Adoro filmes, dos melhores aos piores vejo todos. Conto os segundos para algumas estreias, vejo os Óscares noite dentro e sempre que posso enfio-me numa sala de cinema, ainda assim nem sempre consigo ir ver todos.

Pelo que vi hoje a selecção de filmes ainda não é a melhor, nem a mais actualizada, mas espero que muito em breve esteja actualizada ao segundo, que faça o lançamento dos filmes assim que estreiem no cinema, e que venha a funcionar tão bem ou melhor que o Spotify na música!

Se o netflix vai fazer fechar salas de cinema? Não, os amantes do cinema vão sempre querer ver filmes numa tela gigante, com o melhor som que existe e usufruir desta experiência única. Vai acabar sim com a pirataria, com tudo o que é sites ilegais, e fazer com que aqueles que por questões familiares e/ou financeiras não podem ir ao cinema com muita frequência possam estar actualizados, não tenham de esperar 6 meses até que um filme saia no club de vídeo ou pior que isso, ter de fazer downloads ilegais. 

  

Dior e Eu! 

Ontem foi a ante estreia do documentário Dior e Eu, no Mude. Podia ser um documentário sobre a chegada com meu gato Dior à supercasadebonecas onde vivia em 2012… mas não, é sobre a chegada de Raf Simons à casa Dior. 

Um documentário imperdível dos bastidores da moda, onde podemos acompanhar o percurso de Raf Simons, o novo director artístico da casa Dior, desde a sua apresentação aos membros do atelier ao desfile da sua primeira colecção de alta costura, 8 semanas depois, em setembro de 2012. Um documentário que nos transporta para o mundo da moda de um modo completamente diferente, onde ficamos a conhecer toda a equipa Dior, todos os pormenores e stress que é conceber um desfile deste nível. Ficamos ainda a par das memórias de Christian Dior que vão sendo narradas ao longo do documentário, a importância destas coleções para as marcas e porque casas como a Dior são o que são e merecem cada cêntimo que pedem! 

Dia 10 antes de saírem para o Fahion Night Out passem numa sala de cinema e deliciem-se… It’s Dior darling!!! 

   
    
    
   

Magia ao Luar

Quando se junta razão, espiritualidade e amor o resultado só pode ser mágico!

Colin Firth está fabuloso como sempre, e encarna uma personagem muito racional que faz tudo para não acreditar em nada que não seja deste mundo. Emma Stone faz de tudo para o fazer acreditar. No meio da duvida surgem diálogos deliciosos que nós prendem do início ao fim!IMG_3335.JPG