Virgílio Seco – Mutações de Ouro e Prata 

Fim de semana de chuva é o ideal para pôr a cultura em dia e ver exposições. A não perder está a de Virgílio Seco, na Casa Museu Medeiros de Almeida, com entrada gratuita. Querem melhor?!?

“Mutações de Ouro e Prata” é a nova exposição do joalheiro e está patente até dia 18 de Fevereiro e tem um pouco de tudo. Colares, anéis, brincos e pulseiras, e pela primeira vez apresenta dez objetos utilitários em prata, entre eles dois serviços de chá e castiçais.

Créditos Fotográficos: Rui Ferreira Silva

Casa-Museu Medeiros e Almeida
Rua Rosa Araújo, 41 – Lisboa
Tel. (+351) 21 354 78 92
www.casa-museumedeirosealmeida.pt
De 2.ª a 6.ª feira das 13H00 às 17H30 | Sábados das 10H00 às 17H30
Encerra aos domingos

Advertisements

Il Mercato – Uma espécie de Little Italy em Lisboa

A propósito de novos restaurantes, faz mais ou menos 2 semanas falava com um amigo em irmos jantar ao Il Mercado em fevereiro. Longe estava eu de saber que iria ser convidada para a inauguração e provar os pratos deliciosos do Chef Tanka em primeira mão.

Depois dos milhões de prémios com as pizzas napolitanas do Forno d’Oro e do Come Prima Tanka decidiu trazer um mercado italiano para o centro do Páteo Bagatela, onde dá a conhecer o mundo da cozinha italiana no seu expoente máximo, com os produtos e combinações de pratos únicos. Até a mozzarella de búfala de avião no próprio dia diretamente da Campania . Como se isso por si só não fosse motivo suficiente para ter uma refeição neste espaço, aqui ainda podemos ser nós a escolher os produtos, fazer as nossas próprias combinações, e compra-los a peso para usufruir no espaço ou levar para casa.  São 20 tipos de massa fresca feita em frente aos clientes, com ovos biológicos para os mais saudáveis ficarem felizes, e todos os dias são preparados molhos para combinar com cada uma delas. Para os que como eu são péssimos na cozinha, o melhor mesmo é optar pelos novos pratos de Tanka Sapkota.

 

 

 

 

 

 

Marsala – Cor 2015 by Pantone

Já estava a ficar preocupada, e até num dos workshops de decoração que dou o tinha referido. Todos os anos, em Setembro ou Outubro a Pantone define a cor do ano, este ano estava a demorar e eu já a pensar que íamos ter um ano sem cor, mas não, 2015 não vai ser excepção e também terá cor. 2015 é o ano Marsala!

Da moda à decoração tudo vai ser Marsala, uma cor entre o castanho acobreado com um pigmento vermelho/ bordeaux (isto de ser semi daltônica não ajuda na definição das cores) que fica bem com tudo. O tom foi inspirado no vinho que lhe deu nome e é muito sofisticado. Confesso que não é das minhas cores favoritas e que só tenho uma única túnica neste tom, mas amanhã, nem que fique mais uma semana de cama, vai sair à rua!!!

IMG_4548.JPG