Letters Matters

“Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma” já dizia Lavoisier e com toda a razão. A tecnologia evoluiu, os hábitos de leitura mudaram, e a natureza humana continua a criar  novas formas de leitura. Para repor os velhos hábitos de leitura é tempo de reinventar as livrarias, que verdade seja dita não há nada como sentir um livro de papel na mão!

Durante a sua caminhada de 3800 km de Berlim a Santiago de Compostela,  Florentino Bosse, o fundador do espaço, teve oportunidade de pensar em tudo isto. Inspirado por Groucho Marx que disse: “Eu acho a televisão muito educativa. Cada vez que alguém a liga, vou para o outra divisão da casa e leio um livro.”, criou a Letters Matters, uma livraria com um novo conceito, onde os livros existentes são o Top Ten de 500 leitores mundiais que sugeriram os 1o livros que mais os marcaram.

O espaço está pensado para trazer a leitura de volta mas também para tomar refeições multiculturais, receber momentos musicais, exposições de arte, debates literários e workshops diversos. Todos os funcionários estão bem informados sobre os livros existentes e sugerem -nos consoante o gosto e personalidade de cada cliente.

Florentino Bosse diz que “se com este projecto conseguir colocar 3 pessoas que sejam a ler já valeu a pena.” e eu não poderia estar mais de acordo!

DSC_6312

DSC_6313

IMG_9769

DSC_6685

DSC_6398Katerina Leão, Carlos Pissarra, Rita Salgueiro, Conceição Pissarra

13576826_876634305813766_8726904199469203810_oConceição Pissarra, Rita Salgueiro, Paula Bouhon, Tim Madeira

13528526_876640045813192_3078067153415054512_oSónia Alexandre, Rita Salgueiro, Paula Gomes, Hugo Luz, Katerina Leão, João Canteiro de Sousa

DSC_6466Rita Salgueiro, João Jacinto, Paula Gomes, Katerina Leão, Silvia Ramos

DSC_6530Katerina Leão, Francisco Mendes, Rita Salgueiro

DSC_6570Carmen e André Rodrigues de Almeida, Katerina Leão, Rita Salgueiro

 

DSC_6394Katerina Leão e Rita Salgueiro

DSC_6463 Zé e Luisa Real, Lidia Amaral, Rita Salgueiro

LETTERS MATTERS, Rua Rodrigo da Fonseca, 21, Lisboa

Telefone 211 987 896 – 910 148 128

florentin.bosse@lettersmatters.pt

https://www.indiegogo.com/projects/letters-matters/x/14034947

http://www.lettersmatters.pt
https://www.facebook.com/lettersmatters/

Advertisements

The Betches 

É verdade que apesar de loira tenho mais de 2 neurónios, é verdade que sou uma mulher de trabalho e é a ele que dedico quase todo o meu tempo, e também é verdade que tenho as minhas prioridades muito bem definidas, mas isso não significa que não seja a rainha da futilidade e dedique parte das minhas férias a ler livros 100% fúteis que me fazem rir do início ao fim… ou até à pág 98… de miúdas igualmente fúteis e inteligentes ao ponto de tornar a sua futilidade num negócio como as Betches!
Algures no Verão passado, ou no outono já não me recordo, li um artigo, numa revista que também já não me recordo, sobre o fenômeno que estavam a ser as Betches nos Estados Unidos, fui espreitar o site, vi que a base era um blog mas não comecei a segui-lo que trabalho e não tenho tempo para isso. Optei por segui-las no instagram, e desde então tenho-me rido com a maioria dos disparates que postam. 

Comprei o livro para relaxar durante os poucos dias de descanso que vou ter de férias e até agora não me arrependi. É impossível não me rever na maioria dos disparates que escrevem quando tinha a idades delas. O facto de ser europeia, de nunca querer depender de um homem para me sustentar e de ser de uma geração completamente diferente, faz muita diferença, mas a base era a mesma, a beleza e as noitadas é que eram importantes. O cerimonial que era para irmos para a Kapital. Não é o livro que vai marcar as vossas vidas, que vai ensinar a uma pessoa de 39 anos algo de novo, mas é aquele que precisamos ler quando nos queremos rir, e o ideal para esvaziar a cabeça quando temos 2 livros de estratégias comerciais para ler.