Paris

Paris é daquelas cidades que dispensa apresentações, todos conhecem a torre, o arco do triunfo, os Champs e tudo o que não se pode perder em paris, ainda assim há sempre lugares fora do roteiro turístico que vale a pena visitar.

A colette, que neste momento já dispensa apresentações, é das lojas mais completas que existe e com preços muito variados. O ambiente é muito trendy e tem um restaurante com refeições óptimas. Ideal para uma pausa.

20130910-123115.jpg
Ladurée é a especialista em macarrons, são todos deliciosos e as lojas/ casas de chá têm um ar super feminino. Deveria ser proibido vir a Paris sem parar por lá.

20130910-123201.jpg
Karl Lagerfeld abriu uma loja Karl onde se pode encontrar um pouco de tudo com a assinatura Karl. A loja é mínima mas tem produtos suficientes para perdermos a cabeça, com o estilo próprio de Karl e com preços bem mais acessíveis.

20130910-123244.jpg
Para alem destes, há muitos mais lugares a visitar, todos os anos conheço lugares novos, bares, restaurantes, lojas, entre outros espaços mas estes 3 foram os que fiz questão de visitar.

20130910-123537.jpg

Advertisements

Karl in Paris

Nunca precisei de grandes motivos para ir a Paris, mas a cada dia que passa acrescento mais um à lista!

Com viagem marcada para Setembro, tenho andado em busca de novidades pela cidade, que não visito faz dois anos, e a tentar organizar um percurso para os poucos dias disponíveis. No fim de semana soube da abertura da loja Karl Lagerfeld, na rue Vielle du Temple 25,  e fiquei mais do que curiosa para visitar. Sou fã do estilista desde sempre e gosto particularmente das sua  linha pessoal. Dos livros aos acessórios há um mundo Karl por explorar,e sei bem que me vou perder no shopping.

Na lista de compras já está o livro de frases:

Isabel Marant para a HM

Directamente de Paris para a HM, Isabel Marant é a próxima designer a fazer uma colecção com a HM. (O que por esta altura já todos devem saber!)

Confesso que não tenho muita paciência para as filas, e que gostava bem mais destas parcerias no tempo da Lanvin e da Versace, quando as fashionistas portuguesas eram seres civilizados, não haviam puxões de cabelos e ofensas corporais. Mas não vejo a hora de conhecer a colecção e dia 14 de Novembro… se acordar a horas… lá estarei no chiado para um Shopping em pleno ring!

20130612-014414.jpg